Personagens


  • Criação de uma tira

    Na tira 420 o Chiru Velho toca sua gaita para os amigos, e na 421 ele reclama que o pessoal não entende nada de música. Uma tira é seqüência da outra, mas não foi mostrado o que aconteceu entre elas. O pessoal ficou zangado com o Chiru? Disseram alguma coisa a ele? Crie uma tira intermediária mostrando, afinal, o que ocorreu. Pense bastante e procure criar uma situação que tenha um pouco de humor. Vamos lá? A criação das tiras é assim: tem-se uma situação e aí imaginamos algo engraçado para ela.


  • Histórias em Quadrinhos

    Trabalhar com histórias em quadrinhos é uma atividade que desperta enorme interesse em qualquer faixa etária. É uma boa oportunidade para conhecer e questionar a linguagem visual e simbólica dos quadrinhos, trabalhar onomatopéias, interjeições, pontuação e estrutura do diálogo sem a dificuldade das regras cansativas e, às vezes, até mesmo confusas.
    É também ponto de partida para cativar o aluno para a leitura como mero prazer. Aos poucos ele vai abandonando a necessidade do apoio da imagem e voltando a atenção para a linguagem escrita dos textos mais longos.


  • Atividades

    1. Chamar a atenção do aluno para os diferentes tipos de balões utilizados nos quadrinhos para registrar a voz dos personagens (falando, gritando, pensando) ou sobre a maneira de representar o barulho ocorrido na cena.

    2. O fator determinante da mudança de postura dos animais do quadrinho 1 para o 3 foi de ordem:
        (   ) material               (   ) emocional


  • Implícitos

    Pela leitura da tira acima, a resposta do Chiru Velho fica implícita, sem necessidade de palavras. Com que palavras poderia, no entanto, ser escrita (em linguagem formal) essa resposta?


  • Verbos ou locuções verbais

    Encontre nas tiras acima os verbos ou locuções verbais abaixo e identifique, se possível, os seus sujeitos:

    Tira nº 51
    a) Temos que escolher     b) Faremos          c) Terá         d) Já pensaram?

    Tira nº 62
    a) Descobrimos               b) Tem que cobrar


  • Pantomima

    A PANTOMIMA é a arte de contar histórias utilizando somente gestos, sem nenhuma palavra. Representar usando mímicas é uma das artes mais difíceis que existe, mas muito divertida, pois geralmente leva para o lado do humor. O representante mais famoso da pantomima é Charles Chaplin, com o inesquecível Carlitos, no cinema. Nos quadrinhos, o mais clássico é o “Pinduca”, menino careca criado em 1932 por um marceneiro de 67 anos chamado Carl Anderson, que aprontava mil e uma, sempre sem palavras. Uma das brincadeiras mais conhecidas de criança é aquela onde alguém representa algo com gestos e o grupo tenta que adivinhar o que é, geralmente um filme, ou alguma atividade do cotidiano. Nas tiras do “É Dura a Vida no Campo” a pantomima é muito pouco utilizada, mas podemos observar situações divertidas em várias tiras... sem palavras!